Convênios e Acordos - Internacionais

Consulte convênios e acordos nacionais

(i) Acordo de Cooperação entre a UFMG (Brasil) e a Universidade de Paris-Est Créteil, assinado em julho de 2010, e vem substituir o convênio que existiu com Paris XII. O acordo vigorará por 5 anos e é uma parceria acadêmica entre professores, com participação de alunos brasileiros em PDSEs. Este convênio é coordenado pelos professores Ida Lúcia Machado (Brasil) e Dominique Ducard (França).

(ii) Acordo de cooperação, coordenado pelo Laboratório Virtual de Psicolinguística, com a City University of New York (CUNY), EUA, para parceria acadêmica entre professores e, futuramente, intercâmbio de alunos.

(iii) Convênio entre a Università degli Studi di Firenze e a UFMG. O Convênio foi renovado no final de 2011 por mais cinco anos. Tem como objetivo básico o intercâmbio com professores e pós-graduandos. O Convênio se concentra nas atividades de pós-graduação: pesquisa e troca de professores e pós-graduandos.
Projetos e programas mistos

(xii) Projeto Aprendendo com metáforas de falantes e aprendizes de línguas estrangeiras (AMFALE) Banco digital de narrativas de aprendizagem criado em parceria com pesquisadores na Finlândia e no Japão. Esse banco é coordenado pela Profa. Vera Lúcia Menezes de Oliveira e Paiva, pode ser acessado no endereço http://www.veramenezes.com/amfale.htm . O Projeto conta com a participação de mestrandos, doutorandos, pós-doutorandos e professores de outras IES, como a , China; Kanda University of International Studies, Japão; University of Jyvskyl, Finlândia; Helsinki Iniversity; UFRJ; UFF.

(xiii) O Programa PACCSS-II, tem como objetivo consolidar iniciativas independentes de criação e organização de corpora através da implementação de um portal integrado, com funcionalidades de uso de caráter inovador, a fim de potencializar os recursos e a capacidade instalada. Assim, o projeto Portal Min@s: corpora de fala e escrita está atualmente em andamento. Espera-se que este projto possa contribuir para dar visibilidade nacional e internacional a resultados de pesquisas realizadas no âmbito do Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos da FALE-UFMG, com impacto na avaliação do Programa pela CAPES, reforçando seu perfil de conceito 6 e promovendo seu alçamento ao conceito 7. O projeto tem como parceiros nacionais o NILC/UFSCAR; o CEPRIL/PUC-SP; o COMET/USP e internacionais a Linguateca/University of Oslo/Noruega; o Visual Interactive Syntactic Learning (VISL) & Corpus Eye; e o Applied Linguistics and ESL Department/Georgia State University. O auxílio financeiro recebido da CAPES, R$300.000,00 (trezentos mil reais) tem o propósito de auxiliar na manutenção do conceito 6 recebido pelo Programa no triênio anterior e desenvolvimento de suas metas futuras para o alçamento desse nível. A ênfase são os pontos a serem melhorados pelo Poslin, conforme as duas últimas Fichas de Avaliação do Programa, visibilidade, produção acadêmica e inserção social.

Os projetos mistos acima expostos constituem parte do retrato da capacidade de inserção nacional e internacional do Poslin. Todos esses acordos, convênios e projetos têm auxiliado o Poslin em sua meta de internacionalização, cujo efeito se faz sentir na produção científica em coautoria de docentes do Poslin com docentes das instituições internacionais, às vezes incluindo também a autoria de discentes.

Ressalta-se que o Convênio listado em (v) e os Projetos em (vii) e (viii) têm financiamento integral no exterior, o que revela a capacidade dos professores do Programa de competir por recursos também em instâncias internacionais, para além das nacionais. Com relação a estas, enfatiza-se que os professores permanentes do Programa têm captado recursos financeiros de toda ordem, incluindo auxílios financeiros individuais ou institucionais para sua pesquisa ao concorrerem em Editais para esse fim, o que é resultado do amadurecimento acadêmico-científico próprio e do Programa.

Finalmente, além das instituições que colaboram por meio de projetos bilaterais formais, com financiamento de agências nacionais, há as instituições que fazem parceria de cunho informal, conforme citado anteriormente. Dessas parcerias, podem-se citar também como resultados missões bilaterais de alunos em doutorado sanduíche e missões bilaterais de trabalho de docentes.

(iv) Convênio com o Programa de Doutorado da Faculdade de Tradução e Interpretação Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha, para fins de mobilidade docente e discente e realização de pesquisa conjunta.

(v) Convênio com a Faculdade de Ciência e Tecnologia Universidade de Macau, China, para fins de mobilidade docente e discente e realização de pesquisa conjunta.

(vi) Convênio com a California State University (CSUF), Fullerton, EUA, para intercâmbio de alunos.

(vii) Projeto de cooperação internacional com o Centro de Pesquisas e Inovação em Tradução e Tecnologias de Tradução (CRITT) Copenhagen Business School (Dinamarca), financiado pelo Danish Research Council.

(viii) Projeto de cooperação internacional envolvendo pesquisadores de 10 países (Argentina, Brasil, Estados Unidos, Irlanda, Dinamarca, Espanha, Alemanha, Suecia, Finlandia e Noruega) Rede Temática de Investigación Empírica y Experimental en Traducción (União Europeia), para fins de desenvolvimento de pesquisas empírico-experimentais em tradução com financiamento do Ministério da Ciência e Tecnologia da Espanha.

(ix) Convênio de Cooperação Acadêmica entre a Universidade Federal de Minas Gerais e a Ruhr-Universitt Bochum. Vigência: 21/03/2014 a 21/03/2019. Trata-se de um convênio de cooperação entre os partícipes, com o objetivo de desenvolver a pesquisa científica intitulada Variação lexical e gramatical nas línguas românicas. Dentre o objetivos temos: (a) permitir o desenvolvimento em conjunto de pesquisas relacionadas à variação e à gramaticalização no sintagma nominal em línguas românicas; (b) facilitar a mobilidade de pesquisadores e estudantes de graduação e de pós-graduação para a realização de missões de trabalho e estudos, para a participação em eventos e para o acesso a acervos e banco de dados das universidades envolvidas; (c) buscar apoio nas agências de fomento, de forma a assegurar financiamento que possibilite o desenvolvimento das atividades e (d) buscar apoio para produção de publicações conjuntas resultantes das pesquisas. Outras informações estão disponíveis do site do Convênio: www.letras.ufmg.br/ufmg-rub.

(x) convênio:.CMIRA/COOPERA 2014 project entitled Grenoble
Instituições envolvidas: UFMG, UFPR e Univ de Grenoble. Vigência: outubro 2014-setembro 2016. Nome do projeto coletivo: 'Unités représentationnelles en parole: Psycholinguistique, développement et modélisation'. O projeto em fase final de implantação e definição de metas de implementação.

(xi) Projeto de cooperação internacional: 'Descrição e Documentação de Línguas Moçambicanas/ Fase 1' Coordenadores: Fábio Bonfim Duarte e Armindo Saul Atelela Ngunga Este projeto visa dar início a uma cooperação internacional de pesquisa científica entre o Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos e a Universidade Eduardo Mondlane de Maputo. Este projeto tem por objetivo principal atender à demanda da academia moçambicana que tem buscado, na linguística brasileira, apoio e cooperação para fomentar a formação de quadros qualificados para responderem aos desafios que a pesquisa linguística com as línguas africanas de Moçambique exige. Para tal, será de responsabilidade da equipe brasileira acolher e orientar os estudantes moçambicanos que irão desenvolver projetos de documentação e descrição de línguas moçambicanas, no âmbito do Programa do Bacharelado e da Pós-Graduação em Estudos linguísticos da UFMG. Outro objetivo será o de envolver os alunos das duas equipes em projetos de pesquisa conjunta, o que pode proporcionar como produto final a elaboração de artigos, capítulos de livros e gramáticas de referência. Para tal, estão previstas visitas mútuas, de um a quatro meses de duração, de pesquisadores moçambicanos ao Brasil e de pesquisadores brasileiros a Moçambique. Essas ações visam ainda fortalecer o recém-criado curso de Pós-Graduação da Faculdade de Letras e Ciências Sociais da Universidade Eduardo Mondlane e a pesquisa das línguas moçambicanas no Centro de Estudo Africanas da mesma Universidade, além de contribuir para consolidar o núcleo de pesquisa em variação linguística da Fale/UFMG.
Financiador(es): Conselho Nacional de Pesquisa - Auxílio financeiro.

Redes sociais
Twitter PosLin

@poslin

Facebook PosLin

/poslin

Twitter PosLin
Poslin

Av.Antônio Carlos, 6627 Sala 4035 - Pampulha
Belo Horizonte - MG - CEP 31270-901
Fone: (31) 3409-5492
Atendimento externo: 13:30 às 17:00 horas